Novo Veeam Availability Suite 9.5 Update 4

A versão mais recente do Veeam Availability Suite 9.5 update 4 trás um grande conjunto de novos recursos, tantos que parece uma versão maior (poderia ter sido a versão 10). Em seguida, criamos uma lista dos novos recursos mais importantes que foram adicionados a esta versão mais recente, do ponto de vista de fornecedor de serviços.

1: Grupos do Cloud Connect Gateway

Nas versões anteriores, todos os gateways do Cloud Connect eram tratados como iguais e, quando um cliente se conectava, a Veeam usava o balanceamento de carga do DNS para se conectar a um dos gateways que um fornecedor de serviços tinha disponível. Em alguns casos, podemos querer ter um conjunto dedicado de gateways para um cliente grande ou ter gateways numa rede virtual separada, como uma rede baseada em MPLS. Com a Atualização 4, a Veeam introduz um novo recurso chamado Cloud Connect Gateway Pools, que nos permite agrupar um conjunto de gateways que fazem parte de uma configuração do Cloud Connect para um cliente dedicado.

2: Suporte para capacidade baseada na Cloud

Com esta nova versão, agora também temos suporte para armazenamento de objetos com base na cloud, como IBM, AWS S3, Armazenamento de Blobs do Azure, o que significa que, do ponto de vista do utilizador, podemos ter os últimos 30 dias de dados armazenados num fornecedor de serviços de conexão na Cloud.

Quando adicionar armazenamento de objetos na Cloud, define o parceiro e define um conjunto de credenciais para a conexão, em seguida, define a forma como os dados são enviados para os fornecedores de Cloud. É possível definir que todos os dados enviados por Veeam Cloud gateway ou que os repositórios de Veeam tenham acesso direto à Internet. Neste cenário, podemos adicionar Azure Blob Storage onde podemos definir que Container (em Azure Blob) e que pasta de dados será armazenado. Embora seja importante lembrar que uma conta de armazenamento do Azure tem restrições em termos de desempenho.

Também é possível limitar a quantidade de dados que devem ser usados ​​para a própria conta de armazenamento. Quando se adiciona o repositório de armazenamento de objetos, como o Azure, deve-se definir um nome e uma chave da conta de armazenamento do Azure.

Com o armazenamento de objetos, podemos vincular esses dados num repositório de backup escalonável e definir uma política local. As cópias de segurança com mais de 30 dias são transferidas para uma conta de armazenamento baseada no Azure. Também se pode definir uma senha mestra que será usada para criptografar os dados carregados no armazenamento de dados. Deve-se ter presente que esta senha será usada para criptografar todos os dados transferidos para o armazenamento de objetos na cloud. Se desejar definir uma senha separada, deve criar um repositório de backup escalável de acordo com o seu próprio nível de capacidade e a sua própria política de colocation.

3: Novos recursos adicionados à consola de disponibilidade

A Consola de Disponibilidade inclui um novo recurso, que deve ser introduzido um pouco mais tarde, mas a Consola de Disponibilidade também é compatível com a Atualização 4 usando um patch de compatibilidade que pode ser encontrado aquí.

Existem também outros recursos e serviços adicionais, como o Availability Suite:

· Utilizador para gravar trabalhos. Os backups do Cloud Connect podem ser gravados em fita através do grupo de meios de GFS e copiados para a fita. Esta funcionalidade só se encontra disponível para os backups criados pela versão U4 de B & R e VAW.

· Mais melhorias no desempenho do serviço na Cloud. Diversas otimizações foram introduzidas para aumentar o desempenho e a confiabilidade do serviço na cloud em ambientes que protegem milhares de máquinas virtuais ou físicas.

· Alteração de password pelo utilizador. Os utilizadores podem agora alterar a password  que usam para se conectar ao fornecedor de serviços, editando o registro no fornecedor de serviços.

· Suporte ao VMware 6.7 Update 1.

· Compatibilidade com o Windows 2019.

Para usufruir destes novos recursos que a Veeam disponibiliza, terá de atualizar o serviço para o Update 4.

O processo de atualização deve ser feito nas etapas corretas, o fornecedor de serviços deve realizar este update antes que os seus clientes/utilizadores o façam, afim de evitar problemas de conectividade dos utilizadores/clientes ao fornecedor de serviços.

No website da GTI pode encontrar a gama completa de soluções Veeam.