DLP

Embora a pirataria continue a ser uma ameaça para o canal, finalmente a tendência crescente inverteu-se.

A pirataria de software tem sido, durante anos, uma ameaça para o canal e representa uma quantidade de perdas para as empresas com que trabalhamos. Também afeta as empresas que o utilizam, por isso fizeram-se importantes esforços para encontrar negócios que utilizam software ilegal e poder controlar e diminuir o problema.

A boa notícia é que segundo um relatório da BSA, se inverteu a tendência dos últimos 7 anos e o índice de pirataria começa a decrescer passando em Portugal de 40% para 39%.

Embora ainda continue a ser um valor muito alto e ainda muito distante da média da União Europeia (29%), é um pequeno avanço.

Outros dados interessantes extraídos do estudo

  • Existe uma forte correlação (0.78 numa escala de 0 a 1) entre o malware e o uso de software sem licença.
  • 60% dos entrevistados citaram os riscos de segurança como um dos principais motivos para usar software legal.
  • 26% dos funcionários admitem instalar software não autorizado nos computadores do trabalho.
  • Um número elevado de CEOs não controla adequadamente as suas redes de computadores e subestimam a quantidade de software não autorizado instalado nas suas organizações.

Neste link pode ver estes dados com mais profundidade e a restante informação.

Portugal versus o resto da Europa.

Como podemos ver no gráfico abaixo, embora os dados sejam positivos, ainda há muito por fazer:

microsoft-pirateria-paises

A GTI está comprometida com o software legal, e por isso oferecemos soluções dos melhores fabricantes. Poderá encontra-los na nossa página web.

 

Fonte: GTI – Gema Paredes