TrendMicro-Security-2019-GTI-portugal

Trend Micro melhora a segurança profunda e a segurança do aplicativo na Cloud

A Trend Micro anunciou o acréscimo de melhorias aos seus produtos Deep Security e Cloud App Security, projetados para estender a sua proteção a máquinas virtuais na plataforma Google Cloud, proteger a plataforma Kubernetes e integrar a digitalização de imagens em containers com o Google Kubernetes Engine (GKE) e o Gmail no G Suite.

Steve Quane, vice-presidente executivo da Network Defense e Hybrid CloudSecurity da Trend Micro, diz que «cada vez mais empresas estão a investir no Google Cloud e no Kubernetes para aumentar a eficiência e a agilidade nos negócios». É essencial que as empresas se lembrem de que compartilham a responsabilidade pelo que colocam na Cloud. Os clientes confiam em nós para facilitar a implementação e a automação da segurança no início do processo de desenvolvimento e para garantir a migração segura entre o data center, a Cloud híbrida e até mesmo ambientes com várias Clouds».

Por um lado, a Trend Micro criou um Conector do Google Cloud Platform (GCP) que facilita a visibilidade e a proteção automatizada de instâncias de máquinas virtuais do GCP. Simplifica a administração, fornecendo uma visualização instantânea de todas as cargas de trabalho do GCP e, ao mesmo tempo, mostra as máquinas virtuais que poderiam ter sido implementadas fora do ou em projectos Shadow TI.

Este recurso da Trend Micro Deep Security tem a capacidade de implementar políticas através de fluxos de trabalho automatizados, combater malware avançado, melhorar a segurança da rede e do sistema e capturar a telemetria de carga de trabalho para investigação de ameaças.

Por outro lado, os utilizadores de containers podem beneficiar da proteção da plataforma Kubernetes com as regras dos sistemas de prevenção contra intrusões (IPS) da Deep Security, monitorização de integridade e inspeção de registros. A abordagem IPS permite inspecionar o tráfego de ponta a ponta entre containres e plataformas, como o Kubernetes.

Além disso, o Deep Security permite a digitalização de imagens de containers no canal de compilação para detectar vulnerabilidades, malware, chaves incorporadas e verificações de conformidade. Isto simplifica a implementação da segurança em serviços populares, como o Google Kubernetes Engine (GKE), o Azure Kubernetes Service (AKS) e o Amazon Elastic Container Service para Kubernetes (Amazon EKS).

Finalmente, como as pesquisas continuam a mostrar que o email continua a ser um dos vetores de ameaças mais populares, a Trend Micro expandiu a sua plataforma Cloud App Security para oferecer suporte aos utilizadores do Gmail no G Suite.

Desta forma, a empresa fornece a cobertura de segurança de email mais completa, com o Office 365 e agora o Gmail, para garantir que as ameaças não tenham lugar para se esconder.

TrendMicro-products-2019-GTI-portugal

No website da GTI pode encontrar a gama completa de soluções Trend Micro.